Nova Fiat Strada chega ao México como RAM 700

    [Fonte: ICarros]

    Modelo compacto irá se unir a outros produtos da marca italiana vendidos com o logo RAM no exterior

    A antiga Fiat Strada já era exportada para o México com o nome de RAM 700. E com o lançamento da nova geração no Brasil, em junho, ficava a expectativa se o modelo iria seguir com essa identidade no exterior. Pois a Fiat Chrysler Automóveis (FCA) não só confirmou o nome como destacou que ela será importada do Brasil a partir de 2021.

    A RAM 700 será oferecida no mercado mexicano nas versões cabine dupla e cabine simples. Seguindo o padrão da RAM, terá as versões SLT, Big Horn e Laramie (todas usadas também nas RAM “de verdade”).

    No visual, a única diferença para a picape Fiat Strada — além da troca dos logos — está na grade dianteira, que adota o chamativo estilo da marca americana.

    No México, a RAM 700 será oferecida com os mesmos motores oferecidos na linha brasileira, porém calibrados apenas para rodar com gasolina.

    O 1.4 Fire da versão de entrada desenvolve 85 cv (ante os 88 cv do motor flex), enquanto o 1.3 Firefly das mais caras vai a 99 cv (109 cv na picape do Brasil). Ambos com combinados somente com o câmbio manual de cinco marchas.

    A lista de equipamentos terá os mesmos itens vistos na Fiat Strada, como o sistema multimídia com espelhamento Android Auto e Apple CarPlay sem fio, faróis de LED, controle de tração avançado E-Locker TC+.

    No exterior, a nova Strada vai se juntar a uma linha que já conta com outros dois produtos Made in Brazil: a Fiat Fiorino (chamada no México de RAM Promaster Rapid) e a Fiat Toro (que virou RAM 1000 em países como o Chile e Colômbia). Isso é explicado pela maior força da marca RAM nesses mercados.