Financiamento para compra de veículos cresce 18,6% no 1º trimestre

    [Fonte: Automotive Business]

    Total liberado no período foi de R$ 34 bi; CDC respondeu por 55% dos autos e comerciais leves entregues

    crédito liberado pelos bancos para financiar veículos no primeiro trimestre somou R$ 34 bilhões, registrando 18,6% de alta sobre o mesmo período do ano passado. Os números foram divulgados pela Anef, associação que reúne os bancos das montadoras. O aumento da oferta de crédito superou a alta de 11,4% registrada nos emplacamentos de veículos leves e pesados no mesmo período.

    No caso das operações por Crédito Direto ao Consumidor (CDC), que representam a maioria das vendas, o crescimento foi de 19%, enquanto os negócios por leasing tiveram um pequeno recuo de 3,9%, totalizado R$ 443 milhões.

    O financiamento permanece como principal forma de aquisição e representou 55% do total de vendas de automóveis e comerciais leves no trimestre. Para os comerciais pesados (caminhões e ônibus), o Finame deteve pouco mais da metade, 51% dos negócios realizados, totalizando 51%.

    SALDO EM CARTEIRA E JUROS

    Com o aumento da procura por crédito, o saldo das carteiras também registrou crescimento. O total no primeiro trimestre foi de R$ 211 bilhões, representando acréscimo de 20% na comparação interanual. As operações de CDC também cresceram 20%, totalizando R$ 208 bilhões.

    De acordo com a Anef, as taxas praticadas pelos bancos ligados às montadoras continuam mais atraentes quando comparadas com as do mercado em geral. Em março, as associadas cobravam juros de 17,2% ao ano e 1,33% ao mês.

    “Desde 2016 estamos mantendo um saldo cada vez mais positivo, com crescimento contínuo do setor”, afirma o presidente da Anef, Luiz Montenegro.