Fiat 500 Dolce Vita: o glamour está de volta!

    [Fonte: Carsughi]

    O que pode haver de mais glamour que lançar o Fiat 500 Dolce Vita na frente da Fontana di Trevi em Roma?
    A Fiat 500 tem tido, ao longo dos últimos anos, um enorme sucesso de vendas no mundo todo. Aqui no Brasil, seu sucesso foi “cortado” pelo aumento do dólar, já que, com a moeda norte-americana acima de 3,30 reais, sua importação se torna praticamente impossível.

    De qualquer forma, no resto do mundo, seguem-se as séries especiais, para garantir o nível de vendas. Como ocorre agora com a versão denominada “Dolce Vita”, numa alusão ao que o simpático carrinho pode proporcionar e ao famoso filme de Federico Fellini, com Marcello Mastroianni e Anita Ekberg. Um filme lançado a 5 de fevereiro de 1960 e hoje constituindo um dos pontos altos da obra do genial cineasta italiano.

    O dia 4 de julho, como manda a tradição, é o dia em que se comemora o aniversário da Fiat 500, lançada exatamente nesta data, no ano de 1957. Esta série especial, que de acordo com o construtor “representa os valores do Italian Glamour”, é branca, com uma linha de cintura vermelha-branca-vermelha, além do logotipo “Dolcevita” cromado colocado na traseira, a cobertura dos espelhos retrovisores também cromadas, as faixas laterais com a inscrição “500” e as rodas de liga de 16″ brancas.

    Na versão fechada temos o teto de vidro “Skydome” enquanto na conversível a capota tem linhas horizontais brancas e azuis e a assinatura “500” bordada em vermelho. Esses dois detalhes remetem às espreguiçadeiras e aos guarda-sóis usados nas praias italianas na década de 60.

    No interior temos um painel em madeira marítima, que é colado numa base de carbono ultra-leve e bancos em couro cor marfim com bordado o logotipo 500.

    Quanto aos motores, o usuário pode escolher entre um 1.2 de 69 cv com câmbio mecânico ou Dualogic e um 0.9 Twin Air de 85 cv e câmbio mecânico, ambos a gasolina. Além de uma versão a gás de 69 cv, sempre com câmbio mecênico.
    Recorda-se que nos últimos 12 anos a Fiat apresentou mais de 30 séries especiais da 500, o que contribuiu para manter alto o interesse do público pelo carro. E agora, se o eventual comprador gostar de um dos modelos presentes na concessionária escolhida, todos os opcionais são grátis.