Espanha aprova lei para acabar com carros à gasolina até 2040

    [Fonte: Tec Mundo]

    A Câmara dos Deputados da Espanha aprovou a primeira lei específica do país para lidar com mudanças climáticas. As normas estabelecem metas em diversos setores que direcionam a população e o setor industrial a baterem metas de menor emissão de carbono e maior adoção de energias renováveis e sustentáveis — o que inclui impactos no setor automotivo.

    A Ley de Cambio Climático y Transición Energética prevê uma série de metas a partir de 2030 para reduzir a emissão de gases de efeito estufa em 23%, ampliar o uso de energias renováveis para 42% (contra 20% do uso atual) e ter um sistema elétrico cuja geração é 75% a partir de energias renováveis (hoje, essa porcentagem é de 40%).

    Além disso, a partir de 2040, não será mais permitida a venda de veículos comerciais que emitam dióxido de carbono — o que não só deve impulsionar os carros elétricos, mas talvez até acabar com os carros híbridos, que parecem fazer parte da lista de proibições.

    Futuro elétrico

    Para contribuir com isso, os postos de combustível devem instalar pontos de recarga elétricos e ter uma rede de abastecimento renovável. As cidades ainda devem impulsionar a mobilidade sustentável, com incentivos para o uso de bicicletas e outros veículos mais simples.

    As leis para ajudar na redução das mudanças climáticas e que envolvem o setor automotivo já estão em debate ou implementadas em outras regiões da Europa, como Reino Unido, Alemanha e Noruega. Nos EUA, uma cidade californiana já proibiu a inauguração de novos postos de combustível. O Brasil ainda está em fases mais iniciais da discussão.