Confirmada para abril, Automec será primeiro grande evento presencial pós-Covid

    Organizadores dizem que, com os protocolos previstos, mostra já poderia ser realizada com segurança

    A Reed Exhibitions confirmou nesta quinta-feira, 1, a realização da 15ª edição da Automec, Feira Internacional de Autopeças, Equipamentos e Serviços. O evento, previsto de 6 a 10 de abril e que reunirá 1,2 mil marcas, será o primeiro presencial de grande porte no País depois da pandemia da Covid-19.

    Os organizadores calculam que 64 mil pessoas devam circular pelos 90 mil m² do São Paulo Expo, centro de convenções na Zona Sul de São Paulo. Na última edição, realizada em abril do ano passado, a mostra recebeu quase 75 mil visitantes ao longo de seus cinco dias, recorde histórico.

    Se o local será o mesmo, os cuidados sanitários em 2021 serão muito diferentes e bem maiores. Calcadas nas orientações das autoridades estaduais e municipais e nas experiências já desenvolvidas pela organizadora em outros países, estão previstas medidas que assegurem o distanciamento social, controle de temperatura e uso de EPIs para visitantes e expositores, além de higienização reforçada e espefícica em áreas de grande circulação.

    “São protocolos que já hoje, com certeza, seriam suficientes para termos um evento seguro. Mas que poderão sofrer ajustes de acordo com a evolução ou involução, como vemos agora da pandemia “, afirma Luiz Bellini, diretor da Reed Exhibitions responsável pela mostra.

    Os organizadores, que afirmam já ter comercializado 95% da área total dedicada ao estandes, apostam que a redução do público presente no São Paulo Expo será compensada, e com muita folga, pelas vários canais e serviços digitais que serão implementados para a edição 2021 e que, em alguns casos, permanecerão ativos mesmo após o encerramento da feira.

    É o caso da plataforma permanente de negócios batizada de Automec 365, que reunirá clientes finais e
    expositores, e promoverá rodadas de negócios, encontros, workshops e treinamentos . “Vamos buscar toda a potencialidade que a combinação de soluções analógicas e digitais pode oferecer”, destaca Claudio Della Nina, CEO Latam da Reed Exhibitions.

    “Acreditamos que a virtualização em conjunto com a experiência presencial para o público nos grandes eventos do setor será um caminho sem retorno ”, diz Bellini, que pretende repetir a fórmula em outras feiras da empresa e com público muito maiores, como o Salão do Automóvel e o Salão das Duas Rodas, também previstos para 2021.