Bug permite carregar carros de outras marcas nos carregadores da Tesla

    [Fonte: Olhar Digital]

    Falha na autenticação entre os Supercharger V3 e veículos permite que carros elétricos de outras marcas sejam recarregados sem custo

    Um bug na terceira geração de Superchargers da Tesla, instalados recentemente na Europa, está permitindo que os proprietários de carros elétricos de outras marcas recarreguem as baterias de seus veículos de graça.

    A versão europeia do Tesla Model 3 e os novos carregadores Supercharger V3 usam o padrão Combined Charging Standard (CCS) para carga da bateria. Além de transmitir energia, o padrão também define um sistema de autenticação entre o carro e o carregador, permitindo que o custo da energia usada na recarga seja debitado automaticamente da conta Tesla do proprietário de um Model 3.

    Entretanto, um bug no sistema de autenticação está liberando a carga mesmo para carros compatíveis com o CCS produzidos por outros fabricantes. Como não existe uma conta Tesla associada a estes veículos, a recarga na prática sai de graça.

    Um vídeo publicado pela empresa de aluguel de veículos elétricos Nextmove mostra testes dos Supercharger V3 com carros da Volkswagen (e-Golf e ID.3), BMW (i3), Opel (Ampera-e), Hyundai (Kona Electric e IONIQ Electric), Renault (Zoe) e Porsche (Taycan). Todos conseguiram usar os carregadores da Tesla sem problemas.

    A Tesla já havia sugerido abrir a rede Supercharger para veículos de outros fabricantes, desde que houvesse um acordo para a cobertura dos custos. Entretanto, tal acordo nunca foi firmado. A situação atual provavelmente não vai durar muito, mas deixa claro que a cooperação entre fabricantes, ao menos tecnicamente, já é possível.