Acionistas da Wabco aprovam venda à ZF por US$ 7 bilhões

    [Fonte: Automotive Business]

    Negócio deve ser concluído até o início de 2020 após aprovação de órgãos reguladores

    Os acionistas da Wabco aprovaram a venda da empresa à alemã ZF por valor estimado em US$ 7 bilhões. O negócio foi anunciado no fim de março passado como uma das maiores fusões do setor de autopeças, que combina negócios com faturamento potencial superior a € 40 bilhões por ano.

    Em reunião especial realizada em Nova York, Estados Unidos, na quinta-feira, 27, compareceram 71,97% dos acionistas da Wabco e a maioria, representando 68,44% das ações, votou a favor da proposta de fusão, que prevê o pagamento pela ZF de US$ 136,50 por ação, ultrapassando assim o total de US$ 7 bilhões, em dinheiro. As duas empresas esperam completar a transação até o início de 2020, após a aprovação de órgãos reguladores do mercado de capitais e concorrência.

    “Estamos contentes que os acionistas da Wabco apoiaram nosso plano de fusão, reconhecendo que a transação com a ZF oferece um impulso estratégico para atender as demandas de nossa indústria, ao mesmo tempo em que garante valor e liquidez aos acionistas”, afirmou Jacques Esculier, CEO da Wabco.

    A fusão tem potencial para criar um líder global no fornecimento de sistemas e componentes para fabricantes de veículos comerciais e frotistas, combinando portfólios complementares. A Wabco produz e fornece sistemas de frenagem, controle de dinâmica veicular, suspensão a ar ativa e gerenciamento de frotas desenhados especialmente para caminhões, ônibus e carretas. A ZF já é também um cliente de alguns componentes da Wabco e tem grande penetração no segmento de pesados com transmissões, direção e módulos de controle veicular. A ZF aumentou seu portfólio para veículos leves após a compra da TRW em 2015. 

    “A aprovação desta importante transação por parte dos acionistas da Waco é uma confirmação da nossa estratégia. Juntamente com a Wabco, a ZF pode formar um provedor de sistemas integrados de tecnologia para veículos comerciais, criando valor e segurança a longo prazo para nossos clientes, colaboradores e acionistas. Vamos moldar o futuro das tecnologias e serviços para eficiência, segurança, automação e conectividade no segmento de veículos comerciais em conjunto com a administração da Wabco”, afirmou Wolf-Henning Scheider, CEO da ZF.

    Segundo a ZF, devido ao perfil de fluxo de caixa de ambas as partes, a companhia alemã espera reduzir significativamente a alavancagem financeira novamente após a conclusão da transação.